Frete Grátis para todo o Brasil

A criação da Ponto Deco; Felicidade e sustentabilidade!

1. Quantos anos tem a Ponto Deco?
A Ponto Deco foi criada em agosto de 2014.

 

Amo muito quando a minha filha vem comigo no ateliê ;-) 

"Imagine só! Tecidos que até então eram jogados no lixo"

2. De onde surgiu a ideia de trabalhar com crochê e usar fios reciclados?
Essa ideia surgiu da vontade de ajudar minha mãe, que vive na França. Ela sempre fez tricô e estava querendo vender suas criações. Para ajudá-la a divulgar os seus produtos, eu abri para ela uma conta no Instagram. Ao configurar a conta e escolher no mundo todo outros artesãos talentosos que ela pudesse seguir, descobri esse fio de malha que me fascinou imediatamente! Imagine só! Tecidos que até então eram jogados no lixo. Transformá-los em fio é uma ideia genial e extremamente moderna. Logo de cara eu vi que essa matéria-prima oferecia muitas possibilidades para serem exploradas! À primeira vista eu decidi me lançar nessa aventura.

fio-de-malha-decoração-sustentavel-pontodeco

"Eu tenho orgulho de oferecer às mulheres a possibilidade de conquistar facilmente uma certa autonomia financeira."

3. As pessoas que trabalham no ateliê já tinham experiência ou você capacitou? Qual o perfil dessas pessoas?
Normalmente são mulheres que já fazem crochê. Todas elas recebem um treinamento para fazer modelos específicos. Elas fazem apenas as peças que gostam de criar. São mães de família, avós, mulheres que têm uma casa para cuidar. Com a Ponto Deco elas podem ganhar dinheiro sem precisar sair de casa, elas podem continuar a cuidar de seus lares e de suas famílias. É um trabalho que não provoca nenhuma ruptura nas famílias, não acarreta despesas com creche ou outras pessoas para cuidar das crianças, com transporte, nem perda de tempo com deslocamentos. Elas têm toda a liberdade de escolher seus próprios horários. Eu tenho orgulho de oferecer às mulheres a possibilidade de conquistar facilmente uma certa autonomia financeira. Claro que é preciso ter coragem e ser muito caprichosa no trabalho, pois sou muito exigente em matéria de qualidade. Um design bonito sem qualidade não tem nenhum valor para mim. E a qualidade é indispensável quando queremos nos afastar do trabalho industrializado.

ateliê-de-crochê-sao-paulo-pontodeco

"O Brasil é um país gigantesco, com imensos recursos e talentos que precisam absolutamente ser explorados."

 4. Como você relaciona sua atividade com o meio social? Preocupa com as pessoas que fazem parte, o cuidado com a origem do material que você usa?
Sou francesa e ao longo da minha juventude assisti ao desaparecimento dos produtos “made in France”, substituídos pelos produtos “made in China”. Vi a qualidade desaparecer e as empresas locais fecharem. Tudo isso é absurdo, nefasto para os países e, pior ainda, prejudicial para o planeta. Sabemos hoje que já não é mais aceitável que produtos de consumo corrente, não essenciais, percorram dezenas de milhares de quilômetros para chegar ao seu destino. O Brasil é um país gigantesco, com imensos recursos e talentos que precisam absolutamente ser explorados. É preciso dar trabalho para a mão de obra local, é preciso ter consciência na hora de comprar. Os puffs são um exemplo disso! A Ponto Deco lançou uma linha de puffs de alta qualidade. Tudo é feito à mão no Brasil, com matéria prima brasileira. No mercado brasileiro, chegaram os puffs feitos na Índia! O cliente paga caro por um puff fabricado na miséria, com sofrimento. A pressão pela rentabilidade é tamanha que os puffs fabricados são de má qualidade e ainda devem percorrer dezenas de milhares de quilômetros para chegar até o cliente final. Isso é não apenas chocante como também totalmente inútil. É preciso deixar de comprá-los para que eles não sejam mais comercializados. Não podemos contribuir para o enriquecimento de alguns às custas da miséria dos outros.

 feito-no-brasil-ateliê-de-crochê-sp-ponto-deco

5. Você acredita que criar de maneira consciente, pensando no impacto ambiental, é uma tendência que veio para ficar? Por quê?
Sim, acredito realmente nisso, pelas razões que acabei de mencionar e porque hoje temos consciência dos desastres que o consumo excessivo (fabricar muito ao menor preço possível) acarreta para o planeta e para os homens. Essa tendência não pode ser revertida, pois não temos mais escolha, precisamos consumir com ética. É vital e é assim que deve ser!

6. É complicado hoje de promover o trabalho autoral brasileiro?
O desafio hoje consiste em valorizar o trabalho feito à mão. É claro que não podemos concorrer com as máquinas e sua produtividade gigantesca. Mas é uma imensa felicidade poder comprar peças únicas, que o vizinho não tem igual, comprar uma peça feita para nós porque nós a escolhemos. Não precisamos de três artigos baratos, de má qualidade e poluentes. Precisamos de apenas uma bela peça, única, ética. Ficaremos mais felizes e o planeta e os homens também!

 cestaria-crochê-ponto-deco-em-sao-paulo-feito-no-brasil

7. Qual mensagem você quer passar para as pessoas que compram a Ponto Deco?
Obrigada! Você acabou de fazer uma compra inteligente, que valoriza a reciclagem, os talentos locais e contribui para que famílias brasileiras vivam melhor. Parabéns por essa bela abertura de espírito!

Beijos e bisous.assinatura-vanessa-pol-criadora-da-pontodeco

Post anterior Próximo post

0 Comentários

Deixe um comentário